segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Acerolar



Na minha segunda casa, em Corumbá, tem aceroleira, mangueira, limoeiro, mamoeiro, goiabeira, bananeira, pitangueira e flores  muitas flores. 
Minha tia quem plantou e é quem sempre colhe... No caso das frutas,
 e prepara deliciosos sucos,
Ela sempre fala que sente muita felicidade em colher o que plantou... E é visível que o faz com muito amor e que se sente realizada.
 A pitangueira nunca deu pitanga... mas, minha tia não gosta de pitanga mesmo, nem sei porque ela plantou uma pitangueira... que não dá pitangas... Talvez seja por isso que as pitangas não vêm... por que ela não gosta delas...rs, já disse isso pra ela.
 Mas a aceloreira dá acerola quase que o ano todo, e ela gosta delas e muito... estamos colhendo agora.
 Um dia me disseram que é preciso dar bons frutos na vida, e que esses frutos por serem permanentes influenciarão a todos a minha volta. Sempre fui ensinada sobre ser um bom exemplo, e fazer o que é correto e bonito. 
Aprendi no mesmo lugar com as mesmas pessoas e  influências. 
 Jesus ensina sobre isso em Mateus 12:33-37.
 Uma das coisas mais lindas na vida é participar do crescimento de alguém ou de alguma coisa,
Estar por perto nas primeiras descobertas e nos avanços. Tenho vivido isso. E sou grata muito grata a Deus por simplesmente fazer parte. 
 Não quero ser como a pitangueira... 
... Quero acerolar... 
... Materiamar...

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Está acontecendo...

                                  
   Os dias estão passando rápido por aqui, mas a saudade é lenta... Sinto-a intensa.
Muitas coisas acontecendo, em mim e fora de mim...
A igreja está crescendo... Em maturidade, em atividades e em número, pra honra e glória de Deus.
  É uma igreja que tem sido educada para ser uma igreja que cumpre seu papel de igreja...
E a maioria mesmo que recém conhecedores de Cristo, estão se esforçando pra estarem prontos para sair das “quatro paredes” e ser fora como se é dentro em unidade... Ansiosos.
Ser como Jesus... Pensar como Ele, falar como Ele, agir como Ele... Como Ele foi como Ele seria como Ele é!
Há muito que fazer muito que aprender e ensinar... Que Deus guie sempre nossos passos para o centro da vontade dEle.
 Deus tem me inspirado, me dado sonhos, e condições de realizá-los... O que antes era uma oração de súplica. Hoje Ele me faz enxergar como respostas.
Emociona-me querer criar algo novo e o Espírito Santo soprar idéias que se entrelaçam...
Se dividir com vocês quais são essas criações, talvez pensem que não é nada de mais...
Mas, sei que um dia eu não tive criatividade pra criar uma frase se quer de dança ou de teatro... Ou até mesmo de texto ou poesia...
E hoje ainda tenho dificuldades... Mas, elas surgem sem que eu espere que elas venham.
Eu estou muito feliz, realizada e verdadeiramente encontrei uma área com a qual me identifico e muito.
Vejo como um dom que Deus misericordiosamente me deu, me fez enxergar... Capacita-me e inspira a cada dia mais... Ele me dá sensibilidade, inspiração e até mesmo técnicas...
Hoje entendo perfeitamente a seguinte frase:
“Deus não vai fazer aquilo que estiver ao seu alcance fazer. Ele fará apenas o que não estiver nas suas condições realizar.
“O milagre”.

Sempre decidi ser totalmente dependente de Deus, mas pensava que seria muito luxo da minha parte escolher em que área iria trabalhar na obra de propagação do evangelho dEle...
Mas amo tanto a música, a arte de dançar, de interpretar, fotografar...
Sinto-me tão incapaz de criar...
 Deus me diz que o esforço é meu e o talento vem dEle...
A inspiração?! esta eu escolhi vir dEle também.


“... Assim passam os dias. Assim correm as estações, úmidas e secas...”



quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Sonho...



Grita, chora...
De saudade.
Grito, choro...
De vontade... Saudade...
De verdade.
Ele grita por fora e chora,
Por dentro e por fora.
Eu por fora choro e por dentro grito...
Choro, por dentro e por fora.
Sonho por dentro em por pra fora
O grito de dentro...
Meu
Seu choro
Grito 
l
e
n
t
o...

Agrada-te do SENHOR, e Ele satisfará os desejos do teu coração. Entrega teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais Ele fará”. (Salmos 37.4-5)

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Materiamar

Amar é...
Bonito e bonito
Rico e rico
Coloquial e moderno.
Amar é...
Abstrato e concreto
Palpável e visível
Matéria a ser estudada
Matéria prima pra se manuseada...
Moldada... Construída.


Há alguns dias estive em duas realidades sociais diferentes,
Participei do projeto Jesus Transforma de missões nacionais pela 1° vez,
na cidade de Campo Grande - MS,
E do projeto Pantanal realizado pelo PANTAVIDA pela 2ª vez...
O primeiro em área urbana e o segundo em aldeias indígenas.
Em ambos há carências e riquezas...
Na cidade vi condições medianas de vida...
Nas aldeias, condições desumanas... Miséria.
Na cidade, água limpa, roupa limpa, comida farta, asfalto, casa, carro e criança sedenta por Jesus.
Nas aldeias, água suja, roupa suja e criança sedenta por Jesus...
Nas aldeias não tem comida, não tem calçado que dure e suporte o chão seco, rachado, espinhento e assidentado...
Na cidade crianças se alegraram e cantaram pra Jesus...
Nas aldeias as crianças se anestesiaram de deslumbre por Jesus...
com as cores do giz de cera, do lápis de cor, da massa de modelar...
Que já conheciam claro... Mas, não tinham acesso...Alegria.
Na cidade elas cantaram e dançaram.
Nas aldeias elas fizeram o mesmo, sem saber as canções se esgoelaram de cantar.
Em português, portunhol, casteliano, Xama Koko, Guarani... Deus foi louvado... 
Na cidade recebi muitos "não posso", "não tenho tempo"...
Mas nas aldeias foram muitos sorrisos e olhos emocionados de alegria...
Na cidade também os vi...      
Na cidade, pessoas se renderam ao amor de Jesus...
E Nas aldeias também...
                   

Amar é...
Falar e fazer
Ver e agir
Olhar e tocar...
Hoje, meu sonho é que seus ouvidos se cansem de ouvir falar de amor
E que seus olhos, braços e pernas fiquem sedentos em...

...Materiamar...

"...O nosso amor, não deve ser somente de palavras e de conversa. Deve ser um amor 

verdadeiro, que se mostra por meio de ações." (1Jo 3:18)





*O projeto PANTAVIDA leva o amor de Cristo através de evangelismo, assistência médica, odontológica e social ao povoado ribeirinho.

terça-feira, 12 de julho de 2011

Escolhas


O que fazer quando a consequência de uma escolha atinge pessoas que você ama?
O que fazer quando essa escolha te obriga a não estar onde gostaria de estar, no momento que gostaria?
O que fazer
O que fazer... quando o estar presente é o mais importante ou possivelmente seja o ato mais próximo do seu alcance ... e não poder torná-lo real.
Sabe, eu nunca soube muito no que me tornaria, sempre me exigi muito mas, nunca tive uma certeza sobre mim mesma. Quando tento me analisar, me assusto em não saber muito sobre mim... Vejo coisas abstratas que valorizo e amo valorizar... tudo muito comum.
Ser amigo, retribuir um sorriso, dar um abraço, observar pessoas, faze-las se sentirem bem. Olhar possibilidades e extrair as melhores e mais felizes, amenizar a dor de alguma forma, querer sugar de quem a sofre...
 Sou medrosamente carrasca comigo mesma, então muito do que está ai acima me disseram...em um dia qualquer. 
(Não sei ser elogiada, não gosto... me desconcerta, me sufoca...me amedronta.) 
 Amo compartilhar alegrias... e não aceito não dividir tristezas, me odeio quando não posso chorar junto... me odeio quando não posso inutilmente, tentar amenizar a dor de alguém... odeio quando obrigatoriamente falho no que mais prezo... quando não está ao meu alcance... quando soa egoísmo e acredite não é isso!!!
                ... Na verdade não há o que fazer, 
é simplesmente mais uma consequência negativa de uma escolha, 
que estou vivendo.

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Tchula



Quando usamos o termo.."Fulano está em Marte" ou "Vive em Marte" entende-se que
essa pessoa é distraída, desconectada...A Marcela é assim vive em marte, será que tem haver com significado do nome? Que é: Proveniente de Marte?!! 
Poderia falar muitas coisas que para todos está visível como: Ela é linda, inteligente e simpática. Mas isso como disse, vocês já sabem. Incentivo que a conheçam mais de perto, descobrirão que ela é emotiva e se faz de durona (já fez isso melhor, hoje ela se derrete com mais facilidade). Que tem personalidade.
 É delicada e cuidadosa, caprichosa e organizada. Atenciosa e dedicada. Meiga e Elegante. 
Ela diz que é musical...Ok você é musical...
Chupou chupeta até 12 anos. Ama ketchup e briga por eles, sorvete de morango com chocolate e cobertura de morango traz boas lembranças, usou aparelho por uns 12 anos, já foi loira, ruiva?(não lembro), só nunca foi Black...eu acho....foi vegetariana, morou em um mundo cor de rosa, foi patricinha de carteirinha (o que não adimite). Já teve uma coleção de canetas coloridas e broches. Só sabe desenhar elefantes de costas. É canhota e isso só deu trabalho pra ela quando inventou de participar de um grupo de coreografia. Ama ler, ama fusquinhas (acertou em cheio Juninho)! 
É esquecida, singela, indecisa e tem ataques de risos principalmente quando está com sono.
Pra ela casamentos eram chatos e cheios de mesmices, afirmava com posse que seria a última a casar...e seria algo tipo suuuuper discreto com poucas pessoas sabe?!...
Vejam só!?! 
(Texto pra cerimonia de entrega da Bíblia branca 18/06/2010- Autora: Suellen Costa)

É miga sábado (16/07/10) é o grande dia!!!
Não tenho dúvidas que será lindo, vamos chorar e rir juntas...
Pode olhar pro lado se bater desespero, medo, lembranças... eu e a Sara estaremos lá, prontas e te olhando, apreciando e admirando.
SUMASA agora terá uma casadinha... e duas dindas muito felizes.
Fico nos vendo e volto ao passado... como pode 3 pessoas tão diferentes em personalidade 
terem belos, moleques e críticos 12 anos juntas...rs...
 sou imensamente feliz...

quinta-feira, 30 de junho de 2011

:/



Cansei de ser indecisa, insegura e excessivamente preocupada em agradar o tempo todo...
Cansei de passar por cima de mim, meu excesso de flexibilidade atrapalha ás vezes.
Cansei de procurar nas pessoas aquilo que elas não têm, não por culpa delas, mas por minha natureza incensante de querer delas a perfeição que me agrada.
Cansei de me organizar e não concluir... OBJETIVIDADE, FOCO, ATITUDE.
Cansei de fugir de mim, negando-me, menosprezando-me, me sentindo incapaz.
Não sou uma farsa, só não quero mais...
Não quero mais carregar a culpa de não estar vivendo intensamente eu mesma.
Desculpe, mas é isso por hoje.

terça-feira, 21 de junho de 2011

Infância


Há algumas semanas participei de um encontro familiar,
uma comemoração de bondas de ouro da irmã da minha avó.
Não imaginava que aquele encontro mexeria tanto comigo.
Vi tanta gente que participou da minha infância, da infância da minha mãe, logo da infância da minha avó...
Descobri que saudade tem suas ramificações... e vivenciei ali uma delas.
Percebi o quanto sentia saudade de tudo e todos após vê-los na minha frente, não mais com a jovialidade com a qual os conheci, mas o olhar, o abraço, o riso eram os mesmos...
Envelhecer é tão comum...tão bonito...tão desconcertante.
Essa moça do meu lado na foto é minha avó,
minha única... Hoje não sei como ela consegue, mas, ela é jovial...
rs...digo a ela que está a cada dia mais nova... questiono porque não tenho uma avó velhinha de cabelos brancos como a maioria das pessoas...e ela ri...rs
Ela têm falas que são só dela, têm um perfume que só exala dela.
Tem uma mão pra bolo e tudo mais incrível... 
Descobri que herdei dela o gosto pela moda, o sorriso escancarado, as caras e bocas
e a carinha de 10 anos mais nova...rsrsrs...
Eu te amo  "Vovi".
Essa foto acima foi tirada na casa dessa irmã da minha avó, 
Ao vê-la lembro do Fusca, do Corcel e do Del Rei que já me levaram até lá,
lembro da estrada de chão, do portão de madeira, da cerca de bambu...da plantação de laranja...e das laranjas, mangas, amoras que deliciei...
Lembro da casa, dos corredores, varandas...
Lembro do cheiro, do gosto, dos tombos...
Lembro de acordar com o cheirinho de café fresquinho, lembro do queijo, do pão de milho, do bolo...hummmm...
Lembro das aventuras, dos choros, dos risos...fortes e altos risos.
Lembro que um dia correndo dentro de casa, passei próximo do fogão aceso e meu cabelo esvoaçante pegou fogo...rs...
Lembro de tudo em detalhes... e fico imensamente feliz em ter vivido tudo isso e hoje poder recordar, com lágrimas de felicidade nos olhos.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Materiamar.



"Se eu eliminar as consequências das escolhas das pessoas, destruo a possibilidade do amor. 
O amor forçado não é o amor (...) Meus propósitos são sempre e somente uma expressão de amor. Eu me proponho a trabalhar a vida a partir da morte, a trazer a liberdade de dentro do que está partido, a transformar a escuridão em luz.
 O que você vê como caos, eu vejo como desdobramento..." (Trecho do livro A Cabana)


Intensidade, extensão, equilíbrio, sustentação...
Com toda a essência nunca antes demonstrada...
Daquele que sabe o que é amar...
Como são incríveis Suas aulas...
Amo Seus detalhes... Mínimos e singelos.
Amor...Amor...Amar.
É tão bonito falar e ouvir sobre essa palavra...
Canções são lindamente compostas e poesias arrebatadoras são declamadas.
Estudos, falas, pinturas... Enfim, tudo muito expressivo, dito e teoricamente abordado.
Ao analisar Cristo, ouço Deus ao enviá-lo, gritar ao mundo o que Ele quis dizer com a palavra  AMOR
Ao meu ver, Cristo foi o desabafo de Deus ao mundo que não entendeu nada sobre amar...
Existem os que pensam que amam... Os que dizem que amam... E se enganam.
O amor precisa ser praticado sem acepções, com naturalidade...Abnegação.
Olhando de dentro pra fora, 
A visão é muito mais apreciativa, emocionante e bonita... Nem sempre o belo será o que você julga ser, o que é pra você não é pra mim e vice versa. 
Tente entender, por mais louco que seja, que isso é lindo!
Aquilo que é diferente de você é singular... Aprenda, extraia, não julgue.

Sabe, eu gosto de observar, apreciar a música, a literatura, a arte. 
Vejo em todas elas uma essência divina e única.
Mas percebi que o bom mesmo é tirar todo esse amor das poesias e canções.
E torná-lo visível e concreto aos olhos... Materiamar.





terça-feira, 31 de maio de 2011

Teias...


Certo dia, passei por essa obra-prima acima, e me encantei...
Já destruí muitas dessas, mas naquele dia pela primeira vez enxerguei beleza nelas.
Sem o conhecimento de tal delicadeza e resistência que a mesma têm, fotografei por  reconhecimento ao artista.
Hoje, revendo fotos, me deparei novamente com esta... A curiosidade me levou a fazer uma breve pesquisa, veja o que aprendi:

"A teia é mais fina que um  fio  de 
cabelo, mais leve que o algodão, e  (nas mesmas 
dimensões)  mais  forte que o aço, a teia 
”atormenta” os cientistas que tentam copiar  suas 
propriedades..."

Me levou a pensar...
Será que tenho sido uma "tormenta" para os que estão a minha volta, sendo dita como
loucura para os sábios e fraco para os fortes?
Sou um alvo de curiosidade e análise?
Minha propriedade, ela têm sido alvo de inspiração?
Que tipo de marca tenho deixado por onde passo? Que marcas tenho levado?
É tão normal se perder em tanta variedade de opiniões e conhecimento, é tão normal ser levado por fatos, E tão normal ser confundido.
 Não quero essa normalidade, quero a verdade, quero Cristo.
Eu não preciso discutir e me achar na obrigação de debater religiosidade. Eu não preciso concordar com tudo e todos, posso me silenciar e aguardar o momento de falar, e falar o que for preciso não o que for necessário. Nem sempre o necessário precisa ser dito, ele precisa ser vivido. Verdades que são somente ditas são esquecidas, atitudes verdadeiras são eternizadas.
Eu quero que aquEle que habita em mim transborde aos que estão a minha volta.
Não quero o reconhecimento que me leva ou sentimento mesquinho de uma "grandiosidade humana" ... Quero que reconheçam Cristo em mim, que a grandeza dEle exale, quero o Seu perfume, Quero cantar... E que minha canção seja Cristo... 
Que esqueçam meu nome, que esqueçam meus feitos, meu rosto... mas, que o Deus por qual vivo não seja esquecido.
Enquanto pesquisava sobre as aranhas aprendi mais uma coisa... Eles estão estudando o meio errado de compreender a complexidade de uma teia de aranha. Não será a aranha que irá ensinar como se faz a teia, isso é algo que nem a ela própria cabe compreender.
Só o criador pode ensinar sobre sua criação. A aranha é só um instrumento....
E eu também.



terça-feira, 24 de maio de 2011

ELE...igual...simples.


Acredito em um Cristo, que convence o homem do pecado com amor e não com agressão.
Sigo um Cristo, que mostra como deve se viver corretamente perante Deus com mansidão, não xingando ou berrando.
Sirvo um Cristo, que respeita as escolhas das pessoas mas não desiste delas, por amor.
Sou amiga de um Cristo, que para, observa, escuta antes de falar. (Mulher adúltera - João 8)
Ama, toca, acolhe, conhece antes de repreender. (Mulher samaritana - João 4)
Vivo um Cristo, que me ensina que não devo me conformar com este mundo, mas devo transformá-lo com o meu entendimento... Em toda a história eu só conheço uma atitude agressiva dEle (João 2:13-16) motivo? DESRESPEITO.... 
Respeite as pessoas, quem sabe elas lhe doam 
o tempo que Cristo precisa para transformá-las...Esse papel não é seu é do Espiríto Santo, então não se aborreça impondo verdades... Viva, tenha atitudes de Cristo...Ame.
(Baseado em discussões sobre os direitos dos LGBTT)

segunda-feira, 23 de maio de 2011


Poderíamos estar de calça e meias, vendo filmes, ouvindo boas músicas, comendo chocolate e de meia no chão da sala falando sobre nossos amores e desamores né?! (Naty)
A distância realmente não é motivo pra esquecer amigos, ou deixar de tê-los como tal...tivemos pouco tempo, mas tempo suficiente pra iniciar uma linda história!

Deus chegou perto...



Deus os encontrou perdidos no deserto...Chegou perto, cuidou deles e os protegeu como se fossem a menina dos seus olhos. Como a águia ensina os filhotes a voar e com as asas estendidas os pega quando estão caindo, assim o Senhor Deus cuida do Seu povo. (Deuterônomio 32:10b-11)


Houve uma época, que não saber qual era meu talento natural, meu dom, me preocupava, me tirava o sono. Afinal, me doar para Deus por inteiro já era o que queria fazer...
Observava as pessoas ao meu redor, repletas de criatividade e espontaneidade...e refletia: O que em mim desabrocha da mesma forma?...não enxergava.
A música me faz feliz em uma variedade de expressões...apreciar, cantar, ouvir...dançar...
Não tenho uma genialidade incomum, nem um ouvido genial...mas gostaria muito de ter nascido assim...e esse desejo é tão grande... que parece que Deus é que esqueceu de me dar essa facilidade...rs...como se isso fosse possível.
Sei que Ele não esqueceu absolutamente nada... Nasci assim da forma que Ele quis... e o cuidado dEle para comigo, Seu amor, Sua misericórdia é tão grande que Ele me satisfaz, me ensina...
     Ela mal sabia andar, mas já sabia o que era música. Já a reconhecia. Cantar era a unica forma da mãe aquietá-la nos cultos domésticos. Na igreja, o ouvido sabia a hora de parar de chorar quando alguém cantava. Os olhos, fixavam o marcar do compasso do regente. 
    Para o desespero da mãe amava dançar - família materna cristã tradicional - Essa criação já a fez dançar axé as escondidas com as amiguinhas da rua, a fez querer dançar em festas juninas na escola...(rs).
   Criou a tradição de todo ano no dia 7 de setembro ir pra rua e empurrar quem estivesse na sua frente para assistir as bailarinas lindamente se esticando, contorcendo e dançando nos desfiles escolares. Fazia parte dessa tradição também, voltar pra casa chorando pedindo pra estudar aquilo, pra dançar igual... Não pode.
  O tempo passou e ela cresceu, não muito na estatura. A dança começou a surgir na igreja e ela venceu as restrições de ser pequenininha e magrela...(rs)...e "melancolicamente" alcançou sua vaga no grupo de coreografia. Nele permaneceu por muito tempo... As coreografias eram simples, singelas, sem técnicas - não eram profissionais, nenhuma delas sequer fizera 1 aula de dança!!!! Mas seus corações eram sedentos por adorar a Deus... e levar o mundo a fazer o mesmo.
Ela nunca liderou, nunca se achou capaz pra tal função... não sabia dizer não, não sabia repreender... Aceitava, obedecia... não discutia.
Até que se viu em um lugar distante de tudo e todos... Ajudando a meninas a se encontrar, buscar conhecer Deus... E levá-las a viver esse relacionamento.
Aceitou o convite, largou tudo e foi... 
Chegando lá ensinou danças que um dia a ensinaram... Só que Deus a fez esquecer todas,
forçando-a a criar... ensinou-a também a liderar.
E assim ela segue sua vida... Aprendendo e lutando diariamente contra a própria vontade...ás vezes adiando seus próprios sonhos e sonhando os sonhos de Deus. Completamente dependente dEle... sonhando e vendo sonhos se realizarem... Construindo sua história.
(Não sei dançar balé, não entendo nada, nunca estudei... na semana santa fiz minha 1º oficina de dança, conheci bailarinos e vi que Deus me ensinou muita coisa, claro que não tenho técnica e flexibilidade corporal igual a deles, mas ouvi muita teoria que já praticava...no próximo ano farei aulas de dança para saber meus limites, respeitar os das meninas do CeA* e para ter melhor condicionamento físico. Para DEUS o melhor!)
*Ministério Corpo em Adoração.
                        
                                                                   Suellen Costa.          



domingo, 15 de maio de 2011

Quando o inesperado acontece...

        ...O tempo passa devagar, mas a sensação é de que está voando...
  Deus tem feito tanta coisa em mim e por mim. Viver debaixo da soberana vontade de Deus, sem impor condições, obedecendo-O mesmo quando a intervenção divina parece não fazer sentido (Efésios 5:17), que tarefa difícil!
  No último post falei resumidamente sobre mim. A minha 2ª viagem á Corumbá foi no ano passado, estive aqui por 6 meses, e foi quando Iniciamos um trabalho com meninas, em que através da dança podíamos estudar a palavra de Deus e adorar a Ele com essa arte.
  Durante esse período me preparei para o vestibular e planejei permanecer aqui até concluir a faculdade. No final de 2010 voltei pra casa no RJ, certa de que retornaria,
com a condição de passar no vestibular.
  Não fui convocada nas primeiras chamadas e por minha nota ter sido baixa, fiquei sem perspectiva de ser aprovada. Com toda ansiedade que há em mim que não é pouca... Rs... Decidi permanecer no RJ e investir nos meus estudos, então despedi-me dos amigos que aqui fiz, com muitas lágrimas e coração angustiado.
Apesar de tudo ao meu redor me convencer de que havia tomado a melhor decisão, sentia dentro de mim uma insegurança terrível.
  O Espírito Santo de Deus me incomodava diariamente... E em um momento de angustia e insatisfação pessoal profunda, clamei a Deus por uma provisão... Pedi que Ele parasse de falar e sussurrar a vontade Dele... E passasse a gritar... Porque eu não estava ouvindo. Coloquei diante dEle a vaga na faculdade, minha colocação era 75ª para 5 vagas, então falei com Deus que se estar em Corumbá era o que Ele queria pra mim, eu seria convocada.
No mesmo dia à noite recebi um email de um amigo me parabenizando pela aprovação na UFMS... Fiquei atônita em frente ao computador por alguns segundos... Minha colocação agora era a 2ª para 3 vagas... Não era o curso que sonhava, mas era uma porta para alcançar o sonho...
Desembarquei em Corumbá no dia 10/03 e precisava me apresentar na faculdade no dia 11/03 ás 08h30min da manhã. Com muito cuidado e atenção li o edital diversas vezes, separei e conferi a documentação.
  Durante a viagem de 30h senti algo me dizer que eu não iria ingressar na faculdade... Imediatamente repreendi aquele pensamento negativo...  Mas, fiquei mais uma vez insegura... Planejei então rever o edital. Quando cheguei no dia 10/03 á tarde, fui a um cyber, mas um temporal me impediu de chegar até lá... Convenci-me de que estava tudo certo e então no dia seguinte de manhã fui até a faculdade me matricular. Uma das coordenadoras me chamou e solicitou meus dados e documentos... Foi quando me dei conta da falta da certidão de quitação eleitoral... Assim sendo tive que ouvir o amargo... “... você está desclassificada.” Nada do que argumentei foi suficiente para reverter minha situação... fiz várias tentativas com a reitoria da faculdade durante semanas.
Já cansada daquela situação pedi que Deus colocasse um ponto final naquela história, seja qual fosse a vontade dEle. No dia seguinte o reitor da UFMS respondeu a minha solicitação com um “Não foi possível atender ao seu pedido”.
Foram dias difíceis, mas meu Deus é tão zeloso... Toda vez que eu me culpo, ou fico remoendo essa história, Ele me mostra de alguma forma que a falta de sentido que tudo isso faz pra mim... Pra Ele está tudo sob controle... conforme o planejado...

quarta-feira, 30 de março de 2011

Pantanal 3ª Temporada

"Com grande frequência, eu quero aquilo que quero neste exato momento (ou o que penso que quero o que normalmente é "felicidade" de uma forma ou de outra.) A ironia da minha impaciência é que, apenas ao aprender a esperar e ao possuir uma disposição de aceitar coisas ruins juntamente com as boas, alcanço aquilo que realmente têm valor." (William J. Bennett - grifo meu).

Viver a soberana vontade de Deus não é nada fácil, mas, é incrivelmente único, maravilhoso e louco muito louco.
Eu sempre busquei ou tentei em tudo obedecer a vontade dEle. No início por esperteza confesso... rs...Quando eu era criança sempre escutava que Deus é bom, aprendi o significado das palavras Onipotente, Onipresente, Onisciente dentre tantos outros adjetivos dados a Ele. Sendo assim compreendi aos 6 anos que Ele, eu queria como meu Deus, aos 9 anos me batizei como demonstração pública de fé e enfim aos 11 anos decidi que tudo o que eu fosse fazer da minha vida seria mediante a vontade, planos e sonhos dEle pra mim, senti que não queria mais ser uma mera expectadora de histórias escritas por Deus, mas que a minha também estaria nas mãos dEle para que Ele a escrevesse.
Pensava, "Se Ele é poderoso e sabe de todas as coisas... burrice seria não colocar meus passos para serem guiados por Ele... Vai ser molezinha... Eu pergunto, Ele responde e obedeço."
Essas foram umas das poucas decisões que consegui tomar. Um dos meus defeitos e o que mais me aflige é a indecisão, o medo de fazer a escolha errada perante Deus. Só que o que me esqueço ás vezes, quase sempre, é justamente o que aprendi ainda muito pequena... Deus conhece meu coração e sabe o quanto quero acertar.
Pela 3ª vez, retorno ao Pantanal sul mato grossense, nas duas últimas vezes que aqui estive as experiências foram únicas e incríveis... Foram em outra fase da minha vida e convivi com pessoas distintas. Mesmo que o foco tenha sido sempre o mesmo e é, os meios e as pessoas foram outras.
Estou de volta e tenho certeza que esta é à vontade de Deus... Ele grita isso pra mim sempre... Quase que todos os dias... Sou imensamente grata a Ele por me dar essa nova chance. Foi difícil vir... Os meios que Ele usou foram super estratégicos... rs...muitas lágrimas correram desde o 1º dia, mas Ele esteve comigo em todas elas...não tenho dúvidas, mas esse assunto é pra um outro post...rs...
As lutas sempre existirão em nossa vida, não é simples viver a vontade de Deus como pensava quando criança, mas é muito melhor do que imaginava que seria...


                                

segunda-feira, 14 de março de 2011

Só a critério de...sei lá.

Volto em breve...e tentarei explicar tudo...a vida é mesmo surpreendente, DEUS me surpreende todos os dias...não estou entendendo muita coisa...mas, eu chego lá.

sexta-feira, 4 de março de 2011

Janela



Mais uma vez aqui de frente pra janela

Recostada nela estou.
Hoje amanhecendo, sinto no silêncio de uma madrugada tensa, um vento suave e frio de um outono querendo ser inverno
 Ouço uma música, duas, talvez três.
D...
Eu...
S...
Deus... Que bom que estás aqui!
Está tudo tão confuso por dentro, por fora, por dentro.
Medo, inseguranças, incertezas, sempre me rodeiam
Assustam-me, me acusam...
Há dias que os venço e dias que sou vencida
Gostaria de estar onde não estou
E lá poder fazer o que aqui faço, mas não tenho como.
Decisões têm disso...
 Dê-me sempre oportunidades de entender o porquê de tudo isso.
Quando estou perto parece que me distancio
E quando estou longe quero estar perto
Posso ter errado,
Acertado... Vai saber, espero saber um dia.
Desejo ter feito a escolha certa.
A janela é a mesma, o lugar é o mesmo, mas  meu Deus é criativo de mais pra mostrar sempre a  mesma coisa.

Suh.

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Meu desejo

Pai esse sempre foi e sempre será o meu desejo...meu coração arde nessa busca todos os dias...
Tu o sabes. Sabemos que nunca foi fácil e que nunca será.


"Dá-me teus olhos quero ver
Dá-me as Tuas palavras, quero falar
Mostra-me o Teu querer
Dá-me os teus pés, eu quero ir
Dá-me o Teus desejos, para sentir
Mostra-me o Teu querer
Dai-me o que necessito
Para ser como Tú


Coro


Dá-me a tua voz, dá-me Teu fôlego
Tome meu tempo és para Ti
Dá-me o caminho que devo seguir
Dê-me Teus sonhos, Teus desejos
Teus pensamentos, Teu sentir
Dê-me Sua vida para viver
Deixe-me ver o que Tu vés
Dá-me tua graça, o Teu poder
Daí-me Teu coração"

Marcela Gandara

Não vive sem...

DEUS...
AmA...sua FAMÍLIA, Amigos novos e ANTIGOS...Fazer AMIGOS, Fotografia, MÚSICA, Culturas, VIAJAR, Observar, INOVAR, Ouvir, LER, Refletir, ARTE, CRIATIVIDADE, Surpresa, APRECIAR, lembrar e relembrar, SENTIR, Cativar, CANTAR, contar/ouvir uma NOVIDADE, Cultivar, Saborear, SORRIR, bom CHEIRO bom, GARGALHADA, Curtir a VIDA e as PESSOAS...VIVER!