segunda-feira, 23 de maio de 2011

Deus chegou perto...



Deus os encontrou perdidos no deserto...Chegou perto, cuidou deles e os protegeu como se fossem a menina dos seus olhos. Como a águia ensina os filhotes a voar e com as asas estendidas os pega quando estão caindo, assim o Senhor Deus cuida do Seu povo. (Deuterônomio 32:10b-11)


Houve uma época, que não saber qual era meu talento natural, meu dom, me preocupava, me tirava o sono. Afinal, me doar para Deus por inteiro já era o que queria fazer...
Observava as pessoas ao meu redor, repletas de criatividade e espontaneidade...e refletia: O que em mim desabrocha da mesma forma?...não enxergava.
A música me faz feliz em uma variedade de expressões...apreciar, cantar, ouvir...dançar...
Não tenho uma genialidade incomum, nem um ouvido genial...mas gostaria muito de ter nascido assim...e esse desejo é tão grande... que parece que Deus é que esqueceu de me dar essa facilidade...rs...como se isso fosse possível.
Sei que Ele não esqueceu absolutamente nada... Nasci assim da forma que Ele quis... e o cuidado dEle para comigo, Seu amor, Sua misericórdia é tão grande que Ele me satisfaz, me ensina...
     Ela mal sabia andar, mas já sabia o que era música. Já a reconhecia. Cantar era a unica forma da mãe aquietá-la nos cultos domésticos. Na igreja, o ouvido sabia a hora de parar de chorar quando alguém cantava. Os olhos, fixavam o marcar do compasso do regente. 
    Para o desespero da mãe amava dançar - família materna cristã tradicional - Essa criação já a fez dançar axé as escondidas com as amiguinhas da rua, a fez querer dançar em festas juninas na escola...(rs).
   Criou a tradição de todo ano no dia 7 de setembro ir pra rua e empurrar quem estivesse na sua frente para assistir as bailarinas lindamente se esticando, contorcendo e dançando nos desfiles escolares. Fazia parte dessa tradição também, voltar pra casa chorando pedindo pra estudar aquilo, pra dançar igual... Não pode.
  O tempo passou e ela cresceu, não muito na estatura. A dança começou a surgir na igreja e ela venceu as restrições de ser pequenininha e magrela...(rs)...e "melancolicamente" alcançou sua vaga no grupo de coreografia. Nele permaneceu por muito tempo... As coreografias eram simples, singelas, sem técnicas - não eram profissionais, nenhuma delas sequer fizera 1 aula de dança!!!! Mas seus corações eram sedentos por adorar a Deus... e levar o mundo a fazer o mesmo.
Ela nunca liderou, nunca se achou capaz pra tal função... não sabia dizer não, não sabia repreender... Aceitava, obedecia... não discutia.
Até que se viu em um lugar distante de tudo e todos... Ajudando a meninas a se encontrar, buscar conhecer Deus... E levá-las a viver esse relacionamento.
Aceitou o convite, largou tudo e foi... 
Chegando lá ensinou danças que um dia a ensinaram... Só que Deus a fez esquecer todas,
forçando-a a criar... ensinou-a também a liderar.
E assim ela segue sua vida... Aprendendo e lutando diariamente contra a própria vontade...ás vezes adiando seus próprios sonhos e sonhando os sonhos de Deus. Completamente dependente dEle... sonhando e vendo sonhos se realizarem... Construindo sua história.
(Não sei dançar balé, não entendo nada, nunca estudei... na semana santa fiz minha 1º oficina de dança, conheci bailarinos e vi que Deus me ensinou muita coisa, claro que não tenho técnica e flexibilidade corporal igual a deles, mas ouvi muita teoria que já praticava...no próximo ano farei aulas de dança para saber meus limites, respeitar os das meninas do CeA* e para ter melhor condicionamento físico. Para DEUS o melhor!)
*Ministério Corpo em Adoração.
                        
                                                                   Suellen Costa.          



3 comentários:

Ciça disse...

Show.... Rs! Se eu comentar vai estragar...
**** como disse um AMIGO: Você é diferente!*****

Viviane Machado disse...

O que dizer???
Quer música? Faça música.
Quer dançar? Então dance.
Pois todos os seus admiradores já estão aplaudindo! Bjs

... disse...

Ciça: Escreva...o espaço tbm é seu...estragar nunca! Com certeza vai construir comigo!

Vivi: Obrigada!

Não vive sem...

DEUS...
AmA...sua FAMÍLIA, Amigos novos e ANTIGOS...Fazer AMIGOS, Fotografia, MÚSICA, Culturas, VIAJAR, Observar, INOVAR, Ouvir, LER, Refletir, ARTE, CRIATIVIDADE, Surpresa, APRECIAR, lembrar e relembrar, SENTIR, Cativar, CANTAR, contar/ouvir uma NOVIDADE, Cultivar, Saborear, SORRIR, bom CHEIRO bom, GARGALHADA, Curtir a VIDA e as PESSOAS...VIVER!