Teias...


Certo dia, passei por essa obra-prima acima, e me encantei...
Já destruí muitas dessas, mas naquele dia pela primeira vez enxerguei beleza nelas.
Sem o conhecimento de tal delicadeza e resistência que a mesma têm, fotografei por  reconhecimento ao artista.
Hoje, revendo fotos, me deparei novamente com esta... A curiosidade me levou a fazer uma breve pesquisa, veja o que aprendi:

"A teia é mais fina que um  fio  de 
cabelo, mais leve que o algodão, e  (nas mesmas 
dimensões)  mais  forte que o aço, a teia 
”atormenta” os cientistas que tentam copiar  suas 
propriedades..."

Me levou a pensar...
Será que tenho sido uma "tormenta" para os que estão a minha volta, sendo dita como
loucura para os sábios e fraco para os fortes?
Sou um alvo de curiosidade e análise?
Minha propriedade, ela têm sido alvo de inspiração?
Que tipo de marca tenho deixado por onde passo? Que marcas tenho levado?
É tão normal se perder em tanta variedade de opiniões e conhecimento, é tão normal ser levado por fatos, E tão normal ser confundido.
 Não quero essa normalidade, quero a verdade, quero Cristo.
Eu não preciso discutir e me achar na obrigação de debater religiosidade. Eu não preciso concordar com tudo e todos, posso me silenciar e aguardar o momento de falar, e falar o que for preciso não o que for necessário. Nem sempre o necessário precisa ser dito, ele precisa ser vivido. Verdades que são somente ditas são esquecidas, atitudes verdadeiras são eternizadas.
Eu quero que aquEle que habita em mim transborde aos que estão a minha volta.
Não quero o reconhecimento que me leva ou sentimento mesquinho de uma "grandiosidade humana" ... Quero que reconheçam Cristo em mim, que a grandeza dEle exale, quero o Seu perfume, Quero cantar... E que minha canção seja Cristo... 
Que esqueçam meu nome, que esqueçam meus feitos, meu rosto... mas, que o Deus por qual vivo não seja esquecido.
Enquanto pesquisava sobre as aranhas aprendi mais uma coisa... Eles estão estudando o meio errado de compreender a complexidade de uma teia de aranha. Não será a aranha que irá ensinar como se faz a teia, isso é algo que nem a ela própria cabe compreender.
Só o criador pode ensinar sobre sua criação. A aranha é só um instrumento....
E eu também.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nuances

Solitude

A todos um 2014 vazio...