sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Nem sempre ...

... Miojo combina com feriado alone, almoçar ás 15h sim.
 
O que faz falta...
 
 
Ao prato... o vinho (álguém pode dizer.)
 
 
Ao Jazz um baixo...
 
A moça atrás da câmera... Um cavalheiro, artista.
 
Na ausência, se observa a beleza do que se está presente e do que pode vir a existir...
 

Expressar-se...

Não deixe de ler ao som da música... foi assim que me expressei hoje.
 
 
v.t. e v.pr. O mesmo que exprimir(-se).
 
Desejo ardente de explodir, um sentimento, uma idéia...uma opinião.
O poder da expressão... seja qual for o meio, mas, a artística é a melhor...rs...
sempre toca o espírito de quem para e dedica-se...
dedicação de quem expressa e de quem observa...
seja qual for o meio... a expressão que vem do profundo de si mesmo...
impacta...
 que lindo seria, se todas as canções cantadas e tocadas...
se todas as poesias declamadas e escritas,
se todas as danças bailadas,
se todos os pratos saborosamente preparados,
se todos os quadros pintados...observados...
se todo olhar, se todo tocar, falar...OUVIR.
se todo o viver...
revelasse mais sinceramente...
a expressão de um emocionar...que emociona...
 expressasse uma vida que vale ser vivida...
expressada...
valores que se preservam...
pegadas para serem pisadas...copiadas...
atitudes que revelam mais profundamente a fé que se fala...
fé que se vive...Expressa.
Amor que da vida a essa fé ...
que leva a outros viverem...e vive em favor de alguém mais, além de si mesmo...
Ah! se as pessoas fossem como os ypês, ao menos uma vez...
Se nos desabrochássemos verdadeiramente... por inteiro e  no escuro, sem preocupações com os que observam e com quem observa.
Materiamando por fazer bem... igualmente pro amado e pro amante...
Na maioria das vezes mais pro amado...enfim, dá prazer.
 

Foto: Suellen Costa
 
Os ypês do cerrado surgem em setembro, dormem árvores sem vida  e no escuro da noite desabrocham flores reluzentes e inígualáveis....amarelas, roxas e brancas...
Dizem que elas surgem somente duas vezes ao ano.
Em meio a tamanha seca, suas árvores, sem folhas porém lindas, dormem secas como mortas....
E acordam, despertam como quem ressurge do meio das cinzas...
Estive pensando... Os ypês daqui são bravos guerreiros, não sou estudante de botânica, mas, me arrisco em admirar-los não pela sua beleza quando floresce, mas pela beleza de quando se está seco, vivendo o processo...internamente exprimindo-se durante quase um ano inteiro...
Para enfim expressar-se...sem data marcada... surpreendendo.
Me veio Jesus a mente agora... Homem discreto e reluzente como os ypês...
Os ypês são lembrados duas vezes ao ano por quem passa perto de um... E Jesus também na vida de muita gente. Porém, apesar de parecerem esquecidos e morto pra muitos...ambos estão vivos e cheios de vida pra mim... Minha esperança é que  seja dada a glória e honra ao Deus criador de ambos...dignamente com que se tem de melhor a expressar... internamente, inteiramente e profundamente... expresse em adoração... no escuro mesmo e sem medo...Materiame.
 
 
 

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Reconstruir...

"Bom...preciso silenciar...podar-me e deixar brotar...pra curtir ao máximo este lindo processo...das dores as descobertas...escolhi me ausentar internáuticamente, pra que seja eu+Ele e os q inevitavelmente estão perto...bjus... Materiamando...desta vez a mim mesma...até...um dia! ;)"

Sim, decidi desapegar... estarei ainda no email e no blog, mas darei uma pausa ao face e ao twitter... no fim acredito poder explicar melhor.


Su Costa.

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Setembro e Ypês no Cerrado.

Foto: Adson Eduardo
 
 
Hoje a cidade amanheceu diferente... com pontos dourados,
um deles bem perto de mim,
que os ypês são lindos e surpreendentes acredito que já saibam...
só que aqui no cerrado brasileiro...estamos caminhando pra mais de 60 dias de seca, calor, fumaça e cinzas.
Deixei passar um dia para fotografar meu modelo preferido...
porém o calor o fez queimar...antes que eu conseguisse registrar tal beleza...
Assim passam os dias...secos e quentes.
Mas aprendi que antes que o ano termine, ele veste roupa amarela uma vez mais...

Não vive sem...

DEUS...
AmA...sua FAMÍLIA, Amigos novos e ANTIGOS...Fazer AMIGOS, Fotografia, MÚSICA, Culturas, VIAJAR, Observar, INOVAR, Ouvir, LER, Refletir, ARTE, CRIATIVIDADE, Surpresa, APRECIAR, lembrar e relembrar, SENTIR, Cativar, CANTAR, contar/ouvir uma NOVIDADE, Cultivar, Saborear, SORRIR, bom CHEIRO bom, GARGALHADA, Curtir a VIDA e as PESSOAS...VIVER!