Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2014

Sobre ser estudante de Psicologia.

Imagem
Sou estudante de Psicologia há 2 anos e 8 meses. Já não sou mais a mesma. Meu olhar é diferente. É crítico e me irrita as vezes...  Já não gosto das parcialidades, prefiro o dinamismo da integralidade. As contradições me perseguem... Sempre questiono por dentro o que vejo...  Dentro e fora.  Mas algumas coisas ainda me enganam...  Me perguntam sobre o que farei com a Psicologia... Digo que não sei, só sei o que ela tem feito comigo. Me vejo confusa, com tantas informações, afinal há uma diversidade de leituras para fazer como qualquer curso superior, mas ela está dentro dos poucos que proporcionam antagonismos teóricos, disse poucos para não generalizar... Mas não conheço nenhum outro. Esperam que eu saiba sobre Freud, Skiner, Vigotsky e suas crias e conterrâneos... eu também. Tenho 4800h para cumprir até 2016, estou sobrevivendo... são 5 anos integrais, excede minhas manhãs e tardes. Meus estágios?! Diversos... Na saúde, Na escola, No social, sem contar as atividades práticas, todas…

Olhe para dentro.

Imagem
Existe um lugar... Onde o infinito  p r o l o n g a - s e Onde a realidade  g r i t a e expele o que é vida. se mostra se joga desbrava-se. Lugar onde as vendas são a r r a n c a d a s uma a uma e lançadas para longe e quase que simultaneamente, os olhos  voltam-se para o lugar de onde nunca deviam ter se desviado. Do f o c o. Naquele que é infinito. Existe um lugar... Onde as mazelas humanas de quem lá vive estão expostas, mas, diferente da arte, essa arte não atrai olhares... os repele. Por vergonha, medo, constrangimento do que vê Nesse lugar, de escolhas, de reflexão e ação O humano pode expressar-se ou inibir-se, Este lugar, Está dentro, 
Em uma distância  entre
 você e você.
C u l t i v e - o M a t e r i a m e... A si. A Deus. Aos  o u t r o s...
*Foto de: Adriele Adams, tirada no Projeto Pantanal 2014 -Brasil/Paraguai, povos ribeirinhos e indígenas.