sexta-feira, 2 de maio de 2014

A menina da bicicleta amarela.


Quem é ela? A menina da bicicleta amarela?
Nunca vi ela. Onde mora ela?
Na rua sem chão plano, na casa de cão bravo, de árvore na frente e canteiro do lado
O que faz ela? Pra onde vai ela?
De bicicleta amarela, música no ouvido, canção nos lábios, mochila na cesta, nas costas, nas sextas, segundas, terças, quartas, quintas...lá vai ela?!
Olhos, cabelos ao vento, 
Não tem tempo, tem vento, chuva, frio, sol muito sol.
A menina da bicicleta amarela, corre que sonha.
O árduo transformou-se em liberdade.
O cansaço em satisfação,
A saúde agradece, a paisagem tece
Uma direção, um novo guia, para o mesmo rumo para o mesmo chão.
Hoje um ano.
Amanhã um fusca.
E assim uma menina, a mesma.
da bicicleta, do fusca, 
Amarelos,
 sonha, 
passa, 
corre e 
voa.


2 comentários:

Jusley Maropo disse...

Que prazer em conhecer a menina da bicicleta amarela. Que inspira e transpira gotas de arte. Que exala em seus suspiros entoada sonoridade. Que delícia ler nas pautas da sua reflexão os mais belos poemas fruto sua emoção!

Espero continuar sendo contaminada por sua arte!

Suellen Costa disse...

Espero o mesmo de você, por uma amizade de troca...rs Obrigada pela visita, pela amizade, pela arte.

Não vive sem...

DEUS...
AmA...sua FAMÍLIA, Amigos novos e ANTIGOS...Fazer AMIGOS, Fotografia, MÚSICA, Culturas, VIAJAR, Observar, INOVAR, Ouvir, LER, Refletir, ARTE, CRIATIVIDADE, Surpresa, APRECIAR, lembrar e relembrar, SENTIR, Cativar, CANTAR, contar/ouvir uma NOVIDADE, Cultivar, Saborear, SORRIR, bom CHEIRO bom, GARGALHADA, Curtir a VIDA e as PESSOAS...VIVER!