Descomplique-se



Hoje diferente dos meus dias comuns, após falar com Deus e "higienizar-me" fiz um tour pela internet e fui  ler um pouco sobre o Cristianismo, sobre interpretações dele na web.
Não li muito, mas o suficiente pra ver o quanto fala-se muito e muito e muito.
Deturpações, Difamações, Heresias... Julgamentos.
Li em particular e confesso que a grosso modo (pois a fadiga tomou conta de mim...em meio a tanta coisa dita e tão pouco ou quase nada verdadeiramente de Cristo) sobre duas correntes teológicas.  Comecei lendo sobre uma que está bem próxima de mim em nível territorial...do outro lado da rua. E uma segunda que me tem cativado...bastante, mas ouço tanto mal e bem a respeito que busco conhecer mais e mais seus impulsos...
Não estou querendo apontar formas corretas ou erradas de como buscar Deus... Afinal, teologias são criadas por nós... e Jesus é o meu ponto de partida e de chegada diariamente, em particular.
Mas quero desabafar mais uma vez...
Somos diferentes e assim fomos criados...respeite o diferente de você e acrescento, Deus não precisa de defensores, Ele não precisa de nada...Apenas busque-O.
O nível de sua intelectualidade nada tem haver com o nível de sua intimidade com Deus. O próprio Deus se manifesta a todos sem restrições...O saber não aproxima nem nos afasta de Deus, nos afastamos ou nos aproximamos dEle por opção... buscar sabedoria e conhecimento e um favor que você faz a você mesmo...e não a Deus.
Deus ama a todos e por conhecer a cada um na sua individualidade Ele se manifesta de forma unica para cada um de nós. 
Porque buscar teologias como referência se o próprio Deus está presente para guiar e transformar e ensinar quem Ele é. 
Prefiro aprender a amar com quem criou o amor, prefiro aprender sobre Deus com o próprio Deus.
Não complique o que é simples. 

Amém.



Comentários

Elizama Arruda disse…
"Prefiro aprender a amar com quem criou o amor, prefiro aprender sobre Deus com o próprio Deus. Não complique o que é simples."

Assim seja (Amém)!
Bruno Reikdal disse…
Olá, Suellen! Gostei muito do texto!

O problema de "discussões teológicas" é não verificarmos se as discussões realmente são problemas... hehehe

Se a "função" da teologia é explicar Deus, inventamos problemas e viveremos discussões intermináveis que apenas nos distanciarão uns dos outros por nada... Agora, se a função for estudar as diferentes interpretações das experiências que temos com Deus e as implicações dessas interpretações nos nossos relacionamentos, os problemas que encontraremos terão sentido: organizar nossa comunidade e agir nas sociedades em que ela está inserida... hehehe

Tentaremos encontrar paz, não matar e procurar meios para amarmos o próximo e sempre mudarmos nossas conversas para que elas reflitam esse amor.

Não sei se o comentário fez sentido, mas, tentei ... hehehe

Parabéns pelo texto! Curti.
Materiamar disse…
rsrs...fez sentido sim Bruno! Obrigada.

Postagens mais visitadas deste blog

Nuances

Solitude

A todos um 2014 vazio...